quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

ESCRIVANINHA ASA | ARTHUR CASAS

Deixe um comentário
Nesta peça todas as dimensões são pensadas para permitir que, quando aberta, ela seja um espaço funcional e compartimentado, organizando lápis, papéis, passa-fios, pen-drive e outros materiais do cotidiano profissional, além do laptop. 



Quando o objetivo é esquecer os afazeres, basta deslizar as pranchas de madeira de 80 centímetros, que dispensam os trilhos de metal, e tudo fica escondido sob as " asas". Assim, ela muda de uso e se torna um objeto diferente, como um aparador ou um simples apoio.   

0 comentários: