segunda-feira, 16 de maio de 2016

OS HIGHLIGHTS DA CASA COR SP | PARTE 01

Deixe um comentário
Amanhã abre a Casa Cor São Paulo para o grande público e o Chez Moi! apresenta os highlights da temporada. São 70 ambientes assinados por 40 escritório consagrados e 30 jovens talentos. 

Vem com a gente! 

Praça Eliane
Praça Eliane - Alex Hanazaki. O desafio de equilibrar um produto industrializado e a natureza foi respondido com o bom uso de geometrismos. As formas de plantas nativas, como o pau-brasil, dialogam com os porcelanatos em diferentes tons que compõem brises nas laterais, com estruturas metálicas. O caminho flutuante no espelho d’água também foi revestido no material em tom mineral, que contrasta com os seixos negros no fundo.

Jardim Suspenso
Jardim Suspenso - Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli. O espaço traz o conforto sugerido pela marcenaria de carvalho americano e pela lareira centralizada no espaço. O dourado fosco e os tons neutros, como no piso em mármore crema marfil com acabamento opaco, formam a base da cartela de cores. A única (e bem-vinda) interferência são as plantas nativas e orquídeas do paisagismo de Leda Jafet.

Suíte do Casal
Suíte do Casal - Catarina e Renata Hermanny. Pedra, linho e couro e a madeira - que reveste tanto o quarto como a sala de banho - criam um aconchegante jogo de texturas. No mobiliário, peças de design brasileiro e italiano conversam de forma elegante.

Living e Jardim de Inverno
Living e Jardim de Inverno - Dado Castello Branco. O estar tem ares de biblioteca, com piso de madeira de demolição paginado em espinha de peixe. Sobre ele, peças de grandes nomes como Oscar Niemeyer e Claudia Moreira Salles. O jardim de inverno é uma extensão natural do espaço, que se transforma em uma caixa de vidro que avança na paisagem.

Sala dos Amigos
Sala dos Amigos - Denise Barretto. Azul e cinza definem uma atmosfera masculina e intimista, que também destacam criações de grandes designers brasileiros como Sergio Rodrigues, Jader Almeida e Jorge Zalszupin. As paredes foram finalizadas com boiseries e exibem obras de arte como a do americano Zoe Zapot. Repare ainda no teto, com o divertido papel de parede estampado de nuvens, da Fornasetti.

Estúdio de Criação
Estúdio de Criação - Esther Giobbi. Plantas pendentes em totens e representadas nem um lambe-lambe remetem ao conceito de brasilidade, ressaltado pelos móveis rústicos assinados por nomes como Fernando e Humberto Campana. A intenção é fazer o visitante sentir-se em uma mata.

Cozinha Gourmet Todeschini
Cozinha Gourmet Todeschini - Guilherme Torres. A bancada em Corian soluciona o espaço ao funcionar como armário e ao ocultar a pia e a máquina de lavar. A mesa em inox inova com o sistema de cocção por indução, que dispensa o uso de fogão e confere o visual adequado ao espaço que é um híbrido de cozinha e estar. O duo preto e branco é explorado de várias formas, transmitindo um ar futuristas.

Sala de Almoço
Sala de Almoço - Gustavo Paschoalim e Paulo Azevedo. O passado está presente em vários momentos, com uma abordagem que o atualiza, seja nos lambris no tom verde-celadon aplicados nas paredes ou nos objetos dos séculos 18 e 19 que pontuam. Arranjos de espécies exuberantes dão um toque tropical, assim como o tecido da marca francesa Pierre Frey que reveste a poltrona desenhada pela dupla.

Casa Braile
Casa Braile - Leo Romano. Para celebrar os sentidos, o arquiteto goiano criou painéis em alumínio microperfurados que envelopa teto e paredes, entre outras texturas que convidam a estimular o tato. A decoração e os móveis se diluem em gradações de rosa, apresentando peças desenhadas por Romano, como o aparador e a mesa de centro da coleção Bailarina.

Cozinha Essencial
Cozinha Essencial - Marília Pellegrini. Na cozinha, o cooktop em uma ilha retrátil permite que a bancada seja plenamente utilizada. O bambu, considerado a madeira do futuro, vem nos armários com abertura automatizada e no piso. Na transição com a lavanderia, um detalhe: a paginação em espinha de peixe passa a ser realizada com réguas de mármore.

0 comentários: